Globo – finalmente – acerta em programa de talentos

Amo música. Aliás, desde que me entendo por gente amo música. Cresci ouvindo Donna Summer, Bee Gees e, ao mesmo tempo, Chitãozinho & Xororó, Milionário e José Rico e Tião Carreiro & Pardinho. É, meus pais gostam de opostos. Gosto de todos os tipos de música, mesmo aquelas que são muitas vezes segregadas pelos grandes críticos musicais. Música é música e ponto. Portanto, não posso ver um programa de talentos envolvendo música que eu paro tudo o que estiver fazendo e fico ali assistindo por horas.

Em terras brasileiras, já assisti o “Fama” (Globo), “Ídolos” (Record), “Astros” (SBT) e os mais recentes “The Voice Brasil” e “Superstar”, ambos da Globo. O fato é que sempre havia algo que me incomodava nos formatos brazucas. Não sei se eram os jurados, o formato que, muitas vezes, era diferente dos gringos, mas apesar de assistir, sempre algo me causava um desagrado e eu perdia o “tesão”.

Eis que hoje, no primeiro domingo do ano, assisti a estreia do “The Voice Brasil Kids” (Globo) e, finalmente, fiquei encantando. Encantado com a sensibilidade do programa, com a escolha dos candidatos e com a maestria e o cuidado com que os jurados tratavam cada um dos cantores mirins. Fiquei emocionado diversas vezes porque é de emocionar tamanha beleza.

A começar pelo horário: meio-dia (horário de Manaus), aquele exato momento em que estamos prontos para almoçar e curtir o domingo vendo TV com a família reunida. Ponto! Depois porque escolheram profissionais maravilhosos que serão os mentores desses astros mirins. Carlinhos Brown, Ivete Sangalo e Victor & Léo foram de uma delicadeza nas palavras que talvez outros artistas não tivessem. Foram simples, gentis e trataram as crianças como elas devem ser tratadas. Ponto!

Isso sem falar dos pais do concorrentes que foram cuidadosos até mesmo na escolha da roupa de cada criança. Choraram, sorriram, se empolgaram… Aliás, empolgação de pai e mãe é uma coisa que emociona até mesmo os corações mais gelados.

Espero que os próximos episódios sejam da mesma forma e que mantenham esse ritmo gostoso para um domingo de lazer. E como disse Ivete: “Criança não é adulto pequeno. A criança é uma criança que vai se tornar um adulto”. Entenderam o recado? Parabéns, Globo, vocês finalmente fizeram um programa emocionante, divertido e alegre.

Ah, e para quem perdeu, basta clicar aqui.

thevoice2

Carlinhos Brown, Ivete Sangalo e a dupla Victor & Léo

LINKS DE DUAS APRESENTAÇÕES

Rafa Gomes – História de Uma Gata (clique aqui)

Felipe Adetokunbo – At Last (clique aqui)

Jornalista, aquariano, ruivo e temperamental
Gostou? Compartilha com seus amigos, obrigado =)

    1 Comment

    Comments are closed.

    Bruno Mazieri

    Jornalista, aquariano, ruivo e temperamental

    Style Selector

    Colors

    Layout Style

    Patterns for Boxed Version

    Images for Boxed Version